GUIA EM ISRAEL

Passeios rápidos

São especiais para homens de negócio ou visitantes que querem ficar um ou dois dias.

Jerusalém em duas horas.
Todos os lugares importantes .O bairro judeu, o kardo, a descida ao kotel, pelo bazar muçulmano ( 10 minutos ). Via Dolorosa até a igreja do caixão. (20 minutos).

Uma volta ao redor do kineret em duas horas.

Viagem ao norte . Visita á Igreja dos milagres dos peixes e do pão.
Viagem A kfarnaum, residência de Pedro e de Jesus, continuação ao monte da felicidade e até Yardenit.
De lá retorno a Tel- Aviv.

Passeio à Meguido / Aco / Rosh hanikrá.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Viajaremos para Meguido aos pés do Vale de Izreel. Este local é citado no novo testamento como apocalíptico ou em seu nome grego Armagedon , local da guerra entre a luz e as trevas.
O Papa Paulo VI visitou esta cidade e os restos , nos levam a 4000 mil anos A.C . no Egito antigo;que mais tarde pertenc iam ao Rei Shishak e ao
reinado de Israel.
João ,discípulo de Jesus, foi quem escolheu esta cidade para a guerra entre o bem e o mal.
Meguido foi uma cidade importante na época egípcia – canaanita, e israelita .
Ela é citada pelo menos 20 vezes na Bíblia.
De lá seguiremos até Aco, cidade portuária no norte de Haifa.
Aco foi a capital dos cruzados .
Visitaremos os salões imponentes.
Assistiremos ao filme que é exibido no local.
Atravessaremos o túnel dos templários. Nos emocionaremos com os lugares da época dos cruzados e dos otomanos.
Passearemos pelo mercado que desce ao porto.
Seguiremos a ´Rosh Hanikra, a fronteira norte de Israel com o Líbano. Desceremos no teleférico , que passa por montes de gesso .
Desceremos até as enormes fendas formadas por milhões de anos pelos terremotos e pela erosão .passearemos por rochas que descem na água do mar.
De lá subiremos até a fronteira e fotografaremos as últimas fotos.

Voltaremos ao hotel.

Tsfat / Bental planalto do Golan/Banias

PikiWiki_Israel_49094_a_view

Quem olhar no mapa de Israel verá que esta é uma das regiões marcantes de Israel.
Tsfat é a cidade da mística e da Kabala; quer andando pelas Sinagogas dos rabinos sagrados Haari e Yossef Karo , quer passeando pelas ruelas entre histórias místicas.
Desceremos pelas montanhas do Galil superior em direção ao Golan,
a fronteira norte de Israel.
Subiremos a um dos lugares mais atraentes em Israel. Uma montanha com 1165 metros de altura da qual pode se ver toda a parte norte ,onde os soldados de Israel se esconderam nos abrigos antiaéreos, na guerra de Yom Kipur.
Visualizaremos Kuneitra na fronteira com a Síria pelos binóculos, e ouviremos histórias da região.
Daqui seguiremos ao rio Banias, local onde Jesus entregou as chaves a seu discípulo Pedro. No lago e no rio veremos estátuas pagãs da época helenística e continuaremos no parque que passa acima do rio Banias que ruma ao Jordão. O passeio e a caminhada são desafiantes.

.
Parque do Canyon " Machtesh Ramon"/ e Kibutz Sdeh Boker

PikiWiki_Israel_37972_Nature_and_Colors
Este Canyon é um dos lugares impressionantes com aspectos pré –históricos; ele contém granito pré-histórico, rota dos nabateus que traziam especiarias para Roma pelo caminho de Gaza Há 2000 anos.
O canyon é coberto por granito pré-histórico em variadas cores assim como rochas
de cristais que solidificaram.
De lá continuaremos até o Kibutz Sdeh boker, o kibutz de David Ben Gurion, primeiro ministro e ministro da defesa por ocasião da criação do Estado de Israel em 1948.
Pode se dizer que sem essa personalidade marcante não haveria hoje o Estado de IsraNo Kibutz explicaremos sobre os riachos no deserto.
Volta ao hotel.

Passeio á Massada / Mar morto/ Chan-Kfar Hanokdim.

תמונת אתר - עותק (2)
Começaremos nosso dia com uma viagem em direção ao Mar Morto e Massada.
Subiremos no teleférico até Massada e passearemos por uma das localidades importantes de Israel. O palácio e a fortaleza que foram construídas pelo rei Heródes, nela os sobreviventes da Grande revolta não querendo cair nas mãos dos romanos , acabaram se suicidando.

Continuaremos em direção do mar Morto, o lugar mais profundo no mundo, rico em sais e minerais ...para um mergulho.
De lá continuaremos em direção oeste até a aldeia de Nokdim.
È uma aldeia mágica no meio do deserto e nela há passeios em camelos, refeição numa tenda beduína à luz do luar e um pernoite em cabanas.
O encontro com os beduínos ,pessoas do deserto é uma vivência rica.

img-20161224-wa0000 img-20161224-wa0001

Ein Guedi EIN GEDI
 
O kibutz Ein Guedi se encontra no caminho para os hotéis da região do Mar Morto e de  Massada.
Lá se encontra um parque nacional feito com variados desafios de caminhada.
Esta via passa por vales e um rio de água doce, que recebe suas águas da cachoeira chamada Shulamit.
A paisagem é estonteante.
O caminho mais fácil é feito em duas horas mais ou menos mas vale a pena; nos mostra o país em suas belezas naturais.
Neste local dá para sentir as pedras de gesso, as rochas do deserto de Yehudá.
Quem quiser caminhar mais, pode chegar até as cavernas de KUMRAM e MASSADA.
Ele vai sentir o prazer de uma caminhada muito satisfatória.